PDC Nova Oikos e o Sonho do Dragão

Dez dias se passaram desde o encerramento do nosso PDC aqui no sitio, e aqui vai a primeira nota publicada. Na verdade, esse não foi apenas um curso para formar novos permacultores – acredito que todos que participaram puderam entender que o PDC foi o marco de uma fase em um ciclo da vida, desse projeto e da vida de cada um. Para alguns, foi claramente o primeiro passo do caminho. Outros, que participaram ou acompanharam nosso projeto até ali, verificaram que se tratava de uma grande celebração.

Image

Nesse post, gostaria de compartilhar um pouco do que foi esse caminho.

No inicio de 2012 quando voltei à Florianópolis, estava sem saber exatamente qual seria meu lugar: não tinha a minha própria casa, não tinha um espaço de trabalho, não tinha um grupo para trabalhar junto, não tinha ferramentas, nem moveis, nem dinheiro para comprar. Tinha porém, um grande sonho – bem anotadinho e descrito na minha tese de mestrado – e muita ansiedade – algo que confesso, não ajudou em muita coisa…

A ansiedade faz querer empurrar os outros, passar por cima do tempo de cada um e do seu próprio. Consome importante energia pois acabamos nos perdendo em necessidades não tao necessárias e assim, criamos conflitos.. Pessoas realizadoras, como me descobri sendo naquele momento, tendem a essa ansiedade para ver tudo pronto, ontem! Mas é preciso saber discernir a força e a energia que queremos pôr para fora através de nossos projetos, do medo de não obter os resultados esperados, do medo de deixar passar as oportunidades, do medo daquilo que não sabemos ou não conhecemos (“the” not knowing)…

Nesses últimos seis meses, foram dois cursos de Bioconstrução com a nossa Santa Cecilia (Arq. Urb. Cecilia Prompt), as parcerias com a WakeUp Colab em Curitiba (duas oficinas “Utopias na Pratica”) e o Festival Fora da Forma em Floripa; uma parceria de cunho revolucionário no curso de Agricultura Orgânica e Microbiologia dos Solos, organizado pela Eng. Agr. Dalva Schuch na Univali e que acabou gerando também uma vivência de Cromatografia com o Eng. Agr. Alessander Von Wagner da UFPR; houve a participação em um mutirão da ONG Teto Verde, liderado pela Cris (Nina) e o Jorge, também uma vivência de Juçara no Vale do Encano, com o Maidana, a Ana e o Hermes. Foram também quatro voluntários que suaram a camisa por aqui: o “Rrubens”, o Cris, o Ítalo – que ainda tá no movimento e ainda o “Tscharf” – que levou a Nova Oikos para a Arquitetura da Terra! À todas essas parcerias e parceiros, dedico um momento de reconhecimento e de sincera gratidão!

Image

Mandala Dragon Dreaming

 Dez dias depois do PDC, posso dizer, do ápice de uma calma anormal, que esse curso foi a celebração de todos esses trabalhos e parcerias criadas. No ultimo fim de semana fui para Curitiba, para fechar com chave de ouro e muita emoção essa fase, em uma imersão no Sonho do Dragão – a metodologia Dragon Dreaming.

Foi com ele que tudo começou, la em Sieben Linden, na Alemanha, em agosto de 2010. Quando virei ferramenta do sonho da Terra: Teorizei e sonhei durante 2011 inteiro, fechei o ciclo apresentando a metodologia na Universidade de Toulouse em setembro. Voltei para o Brasil em dezembro e comecei a fase de planejamento: um semestre no mestrado de Agroecossistemas da UFSC, o projeto do PDC para o Jorge e a Suzana (Yvy Porã), a RIO+20 com o próprio John Croft* no encontro que organizamos sobre o Decrescimento, e em agosto voei de novo para o velho mundo – três meses para fechar os ciclos por la e poder me centrar no sitio. Voltando em meados de novembro, a data do PDC foi marcada e ai começou a fase de realizar – foram os seis meses que descrevi anteriormente.

Agora entro com esse projeto na fase da celebração: momento de focar nas novas habilidades necessárias, de olhar para dentro, meditar na fogueira, ouvir a floresta e crescer. Já é inverno na Nova Oikos! Ahoooo!!! 😉

Image

PDC Nova Oikos 2013

2 comentários em “PDC Nova Oikos e o Sonho do Dragão

  1. EEEEEEEEEEE boa sorte par anossoso projetos e que eles se realizem..precisando de alguma ajuda..pdoe me chamar…abração!

  2. Pingback: Retrospectiva 2012 – 2015 | Nova Oikos

O que você acha disso? Vamos conversar!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: