conexaoComo todo sonho e todo novo projeto, nosso primeiro PDC realizado em meio urbano, começou a se tornar realidade no momento em que compartilhamos a ideia com a WakeUp – Laboratório Colaborativo. Estávamos há pouco mais de um mês da data encontrada para o PDC nas agendas dos dois projetos. Começamos então a contatar os parceiros do IPEPA – Instituto de Permacultura do Paraná para formar a aliança e constituir o time de facilitadores.

Todas as respostas foram positivas, mas ainda havia o desafio de organizar com o time as atividades práticas e distribuir o conteúdo de forma que todo o currículo proposto por Bill Mollison em seu “Designer’s Manual” fosse integrado às exposições teóricas e as atividades práticas. À medida que as inscrições foram sendo feitas, o comprometimento geral foi crescendo e conseguimos vislumbrar o curso tomando forma, corpo e energia própria.

Organizar as visitas aos projetos e participação dos convidados foi outro desafio, mas tudo fluiu na maespiralis perfeita caordem Divina.Em Curitiba acontece MUITA coisa relacionada à essa mudança de sociedade que a Permacultura propõe. São muitos e diversos projetos rolando na região urbana, periferia e municípios vizinhos. Quem tiver interessado em conhecer, busque as pessoas e projetos que referenciamos neste texto, arregace as mangas e vá colaborar!

Para as atividades práticas, tivemos plantação de mudas de frutíferas nos canteiros das ruas, construimos um espiral de ervas com paralelepipedos soltos em um trevo próximo, redesenhamos o canteiro e o palco da wakeup, construimos minhocarios, uma composteira, visitamos a agrofloresta do S. Irio no Municipio de Piraquara em parceria com o Instituto IDEAL, visitamos obra sustentável no centro de Curitiba guiados pelo bioconstrutor João Minuzzo e finalmente o grupo criou e apresentou duas propostas de design para o Parque Gomm e para a WakeUp Colab.

pumba compostaAs exposições teóricas foram permeadas de discussões, exemplos práticos, intervenções de convidados especiais (Kleber Antonio (PANCS), Amanda Sato (Economia Criativa), S. Irio (Agricultura e Conexões da Terra), entre outros!

Queremos deixar um SALVE ao pessoal da Casa Labirinto, (agradecimento especial ao Diogo Coneglian, Luca Rischbieter e Marcos Mandala) e do Salvemos o Bosque do Parque Gomm, do GESAF – Grupo de Estudos em Sistemas Agroflorestais da UFPR (AHô Stephanie Albuquerque, João Minuzzo, Pedro, Guilber e Anderson e toda a galera que compareceu no PREÁ!) e a Central do Abacaxi, que nos serviu deliciosamente!

Abaixo selecionamos alguns recortes das avaliações do curso, realizadas pelos participantes, apenas para servir de referência para outras pessoas que estejam buscando mais conhecimento na área da Permacultura, para que se inspirem! Nosso próximo PDC será no fim deste ano, ou inicio de 2016.

INFOS: nova.oikos@gmail.com

zona11zona31zona01

MAIS RELATOS:

Ipepa e Nova Oikos ministram PDC em Curitiba

Valeu!!!

Vivência de BIOConstrução

bioconstrução IIA Nova Oikos e Esfera Absoluta convidam para um período de aprendizado em Bioconstrução de 30 de julho (quinta-feira) à 11 de agosto (terça-feira).

Nosso objetivo é finalizar as construções do espaço ativista da Nova Oikos Permacultura, em Camboriú – SC.

Neste período, aplicaremos uma série de técnicas tradicionais e inovadoras: cordwood em pisos e paredes, pau à pique e taipa de mão, palha encofrada, fachwerk (enxaimel), paredes artísticas com garrafas e mosaicos, calfitice, tijolos de adobe, tijolos PET, rebocos naturais em terra crua, solo-cimento, cimento queimado e ferro-cimento.

Além disso, construiremos fundações com pneus, drenos, alicerces de pedra, beirais para telhas francesas, brise-soleil artístico e fogão à lenha com desidratador de alimentos.

Abordaremos constantemente temas de iluminação natural, arquitetura bioclimática, reaproveitamento de materiais, manutenção e cuidado com ferramentas.

Os aprendizes, parceiros e mestres podem se inscrever para apenas um dia e até o período integral do aprendizado.

APORTE ENERGÉTICO
Válido para os 13 dias de aprendizado, incluindo hospedagem em camping ou alojamento (vagas limitadas), alimentação ovo-lactovegetariana orgânica e/ou local.
+ PARTICIPAÇÃO GRATUITA NOS DOIS CURSOS DE BIOCONSTRUÇÃO, que acontecerão nos dois fins de semana (1 e 2/08 e 8 e 9/08)

até 20/07 R$ 490
após R$ 520

DIAS AVULSOS:
até 5 dias R$50 (por dia – exceto fim de semana)
de 6 à 10 dias R$40 (por dia- exceto fim de semana)

FIM DE SEMANA – Curso de BIOCONSTRUÇÃO
(dias 1e 2, 8 e 9/08)
R$ 130 (por dia)

PARA SE INSCREVER faça sua contribuição no Banco do Brasil, para Agência 3616-1, CC 33174-0 (Mildred G D J Dias) e envie para o e-mail:

info.novaoikos@gmail.com

SALVE PESSOAL! Abrimos 5 vagas por dia para participação pontual no PDC – Curso Certificado de Design em Permacultura. Aos sábados e domingos, o valor para participar é de R$ 80 e nos dias de semana, R$ 50.  Confiram a programação e se inscrevam com até 5 dias de antecedência de cada dia escolhido.

Inscrições por e-mail: nova,oikos@gmail.com

sab dom

seg qui sex sab dom

PDC Nova Oikos em CURITIBA

Com grande satisfação anunciamos mais uma empreitada, mais uma formação de permacultores, dessa vez fora de casa: será em Curitiba, no laboratório colaborativo WAKE UP Colab.

Este PDC acontece em meio urbano, em parceria com o Instituto de Permacultura do Paraná (IPEPA), o Coletivo Biowit (associação Ecológica de Witmarsum), a WAKE UP e o Instituto Ideal do Paraná, através de seus membros que facilitarão alguns ítens do curriculo.

DATA: 18 à 26 de julho
em CURITIBA – PR
Rua Portugal, 54

HORARIOS
18, 19, 25 e 26/07 – dia inteiro (8 às 20h)
Para os dias de semana, nos ajude a decidir através da ficha de inscrição:

INSCRIÇÕES
http://curto.co/vR_vUg

INFOS: nova.oikos@gmail.com

VALORES
até 10/07: R$ 325 + R$195 (Total R$ 520)
ou de 11 à 18/07: R$ 600 (à vista)

BANCO DO BRASIL AG 3616-1 CC 33174-0 (Mildred)
– valores incluem: curso 72h, 4 almoços e lanches nos finais de semana, coffee break, material de apoio, material para as práticas, acompanhamento dos projetos.

O que é um PDC?
O Permaculture Design Course (Curso de Design em Permacultura) foi desenvolvido por Bill Mollison para ensinar os princípios e fundamentos de um design (desenho/ sistema) sustentável. Todos os PDC oferecidos no mundo devem seguir o mesmo formato, o chamado Syllabus – que nada mais é do que a ementa, como em qualquer escola. Isto serve para garantir um processo de certificação – assim como quando você “passa de ano”. A diferença aqui, é que não existe um exame no final do curso. O aprendiz deve assistir a 100% do curso e no fim, se criar um projeto de design em grupo.
programa geral cartaz facilitadores PDC-novaoikos-web
+ INFOS
novaoikos.org
wakeupcolab.com
ipepa.com.br

Oficinas práticas – Maio e Junho

Neste sábado e domingo (16 e 17 de maio) estaremos com as portas abertas para todos que quiserem participar das atividades da Nova Oikos.

NO PROGRAMA:
– BAMBU: manejo de bambuzal, corte de varas, tratamento de varas na touceira
– AGRICULTURA: canteiros elevados, cobertura seca (mulch), plantação de mudas, preparo de adubo
– AGROFLORESTA: plantação de árvores nativas e frutiferas, podas e mudas
– BIOCONSTRUÇÃO: Reboco natural, mosaicos, fundações, reutilização de materiais, uso de pneus.

APORTE ENERGÉTICO POR DIA:

Contribuição mínima: R$ 35
Contribuição ideal: R$ 50
Contribuição para realização de sonhos coletivos: R$ 85

* 70% dos excedentes gerados neste fim de semana serão remetidos ao financiamento de inscrições de pessoas que não tem condições financeiras para realizar o Curso Introdutório de Design de Projetos Coletivos – DRAGON DREAMING.
* Caso a contribuição mínima seja impeditiva para você, procure seu ponto de equilibrio – que nao seja sacrifício, nem contribuição simbólica – e venha!
* Outras possibilidades de ajuda material: arco de serra e serrinhas, pedaços de cano PVC 32 ou 40, serra de poda, enxada, pás, cabos para enxada e pás, câmara de pneu e pneus novos para carrinho de mão, carrinho de mão em bom estado, vassoura de palha, arame, martelo, serrote, facão, cal, pó de rocha, areia, torquesa.

INSCRIÇÕES AQUI:

http://curto.co/CNYm4A

FERIADAO DE CORPUS CHRISTI – 04 à 07 de JUNHO

Já estamos vibrando por essa Oficina Prática de Bioconstrução no feriadão! Serão 4 dias de ação e trocas de conhecimento sobre construção, permacultura e bem-estar!

Junto com a equipe da Nova Oikos teremos os magos argentinos e bioconstrutores “Sol” da Esfera Absoluta e Sacha Dani, que vão liderar o processo construtivo de um domo geodésico de 9m, em frequencia 3.

Damian Dominguez e Bernard Freitas serão os guias para o trabalho com terra: rebocos e taipas.

E o artesão bambuzeiro Thiago Caffaro orientará o trabalho de tratamento e uso do bambu para a geodésica e as estruturas de pau à pique.

* Alimentação consciente, orgânica, vegetariana, preparada em forno à lenha.
* Vagas limitadas em alojamento e camping.

APORTE ENERGÉTICO POR DIA

Contribuição mínima: R$ 80 (R$ 320 p/ os 4 dias)
Contribuição ideal: R$ 100 (R$ 400 p/ os 4 dias)
Contribuição para realização de sonhos coletivos: R$ 125 (R$ 500 p/ os 4 dias)

* Caso a contribuição mínima seja impeditiva para você, procure seu ponto de equilibrio – que nao seja sacrifício, nem contribuição simbólica – e nos escreva: nova.oikos@gmail.com
* Outras possibilidades de ajuda material: arco de serra e serrinhas, pedaços de cano PVC 32 ou 40, serra de poda, enxada, pás, cabos para enxada e pás, câmara de pneu e pneus novos para carrinho de mão, carrinho de mão em bom estado, vassoura de palha, arame, martelo, serrote, facão, cal, pó de rocha, areia, torquesa, juta.

Mildred

O Dragon Dreaming é um método para a realização de projetos criativos, colaborativos e sustentáveis. Trata-se de uma abordagem holística, que utiliza a teoria de sistemas vivos, a ecologia profunda e a sabedoria dos povos aborígenes. O objetivo é tornar sonhos em realidade por meio de projetos e organizações que visem o desenvolvimento pessoal e o fortalecimento comunitário para criação de um sistema que realmente sustente a vida em todas as suas formas.

Criado pelo geógrafo John Croft e desenvolvido na Fundação Gaia da Austrália Ocidental, é utilizado há mais de 20 anos em projetos sociais, ambientais, institucionais e no planejamento estratégico participativo e consensual para o desenvolvimento comunitário na Austrália, África, Papua Nova Guiné, Europa e Brasil.

Após o curso os participantes terão:
1. Aprendido os passos necessários para construção de um projeto bem sucedido;
2. Vivenciado o que é um círculo dos sonhos e sua importância para a criação de um projeto;
3. Experimentado o processo de criação de um tabuleiro do projeto (Karabirrdt);
4. Condições para participar de um Curso de Aprofundamento em Dragon Dreaming.

Facilitação
Raquel Brunelli Davi
Consultora em comunicação e facilitação de processos participativos e inovação organizacional. Formada em Ciências Jurídicas, fez pós-graduação em Gestão Empresarial na FGV e em “Biopsicologia” pelo Instituto Visão Futuro. Cursou o Aprofundamento em Dragon Dreaming e aplica a metodologia no Projeto Florescer em andamento em Serra Grande, Bahia desde 2013.

Co-facilitação
Camila Stähelin
Consultora em comunicação e processos participativos, com experiência em trabalhos com comunidades impactadas por grandes empreendimentos. Reikiana. Faz Treinamento Básico em Constelações Familiares pelo Instituto Bert Hellinger Brasil Central. Graduada em Jornalismo e História. Participou do curso de Aprofundamento em Dragon Dreaming e da Vivência em Ecologia Profunda com John Croft. Integra o Chama Coletivo Multimídia aplicando a metodologia no projeto Originals sobre os aborígenes da Austrália Ocidental, desde 2013.

Ana Paula Sousa
Coordena projetos de comunicação, diagnósticos sociais e processos participativos. Especialista em Gestão Ambiental, Pós-graduanda em Pedagogia da Cooperação e Metodologias Colaborativas, graduada em Jornalismo, com formação em Mediação de Conflitos. Participou do curso de Aprofundamento em Dragon Dreaming e da Vivência em Ecologia Profunda com John Croft. Integra o Chama Coletivo Multimídia onde aplica a metodologia no projeto Originals sobre os aborígenes da Austrália Ocidental, desde junho de 2013.

Investimento (material didático digital, hospedagem e alimentação inclusos)
:: R$ 350,00 até 10 de maio
:: R$ 380,00 a partir de 11 de maio
Caso o valor seja um impeditivo para você, converse com a gente!

Saiba como chegamos nesse valor. Acesse aqui: http://tiny.cc/financ_intro_DD_Camboriu

Horários
O curso será em imersão
Início sexta (22) às 19h
(organize-se para chegar com uma hora de antecedência)
Término domingo (24) às 18h

Local:
Nova Oikos – Permacultura & Decrescimento
Camboriú – SC

+ informações
(48) 99012226
(48) 91946464
rededragondreamingsc@gmail.com

Solicitação de Inscrições
http://tiny.cc/II_Intro_DD_Camboriu_SC
(vagas limitadas)
Sujeito a disponibilidade por ordem de inscrição

REFERÊNCIAS:

https://www.facebook.com/events/377292329126303/

[Site Nacional]
http://dragondreamingbr.org/

[Site Internacional]
http://dragondreaming.org/

[Grupo no Facebook]
Dragon Dreaming Brasil
http://fb.com/groups/515947001776367/

ABRIL E MAIO 2015

Segue nossa programaçao e eventos que estamos apoiando nos meses de abril e maio:

18 à 21 de ABRIL – Oficina Pratica de Geodésicas no Espaço Panaceia, Camboriu/SC

Evento no Facebook: http://curto.co/evento.geodesica

PANACEIA_Geodesica_18-21_abril2015_@

26 de abril à 07 de maio – Permacultura na Pratica

Venha vivenciar o dia à dia da construção de uma Estação de Permacultura!

https://www.facebook.com/events/539671192838784/

De 23/04 à 07/05 a Nova Oikos – Permacultura & Decrescimento abre as portas para pessoas motivadas em colaborar para a evolução deste projeto.
Interessados devem enviar uma mensagem para NOVA.OIKOS@GMAIL.COM com as datas que pretende participar + mini-apresentação citando as áreas de maior interesse, suas competências e desafios:

– Sistemas Agroflorestais (podas e capina seletiva, plantação de mudas nativas e frutíferas)
– Agricultura Orgânica (Hortas e canteiros, compostos e adubos)
– Bioconstrução
– Economia Solidária e Decrescimento Econômico
– Saúde e Alimentação

Períodos de 1 à 4 dias: R$ 50/dia
A partir de 5 dias: R$ 35/dia

Inclui alimentação completa vegetariana (mínimo 50% orgânico) e hospedagem em camping ou alojamento (vagas limitadas)
PERMA NA PRATICA

INCLUIDO NO PROGRAMA:
25/04 – Oficina do Dia da Terra no Parque Leopoldo Moritz em Brusque: Geotintas e Canteiros Instantâneos

material divulgação2

01 à 03/05 – Curso de Introdução à Permacultura na Nova OIkos

03/05 – Intervenção Urbana em Balneario Camboriu no Dia Internacional da Permacultura

2015-cover

Desde 2013, primeiro ano efetivo de ações da Nova Oikos, o PDC (Curso Certificado de Design em Permacultura) tem marcado o fim dos ciclos do projeto. É claro o amadurecimento e o fortalecimento dos processos, assim como a definição daquilo que queremos e como chegar lá! Este foi o III PDC na Nova Oikos e achei justo fazer uma retrospectiva da jovem historia dessa iniciativa.

Em 2012 o projeto Nova Oikos deu atenção significativa para a estruturação do movimento do Decrescimento no Brasil. Participamos com o grupo do Decrescimento Brasil da Rio+20 com tenda na Cupula dos Povos, apresentei artigos na Conferência Internacional de Economia Ecologica e finalmente lançamos oficialmente a Rede Brasileira pelo Decrescimento em um evento organizado pela Nova Oikos e que contou com a participação de John Croft (Dragon Dreaming) Philippe Léna (Instituto de Pesquisa sobre Desenvolvimento IRD-França), Federico Demaria e Marta Conde (Research & Degrowth), Rafael Reinher (Coolméia), Enrique Ortega (Unicamp), entre outros queridos colegas do movimento!

Ainda em 2012, um pouco mais na trajetória pessoal, participei das Bicicletadas de Florianópolis, fui voluntária no Encontro da Rede Ecovida (produtores orgânicos) e dei pequenas palestras sobre Decrescimento, como por exemplo no mercado de trocas da WakeUp Colab, que aconteceu na Bicicletaria Cultural em Curitiba. Voltei para fechar meus ciclos pessoais na Europa e participar novamente da Conferência Internacional sobre o Decrescimento em Veneza, aprensentando meu último artigo em formato científico.

2013 foi mais intenso, bem mais intenso.

Comecei com a arquiteta Cecilia Prompt, num galpão cheio de escombros, um primeiro curso de bioconstrução no sítio, em fevereiro. No fim de abril já realizamos o segundo, e foi em abril também que me tornei parceira da Dalva Schuch. Primeiro foi como apoio na organização do curso do Eng Agr Jairo Restrepo, na Univali. E em seguida já organizando uma oficina de cromatografia no sitio. Nessa época tivemos dois voluntários durante um mês: um aprendizado mutuo muito forte! Montamos banheiros secos no Festival Fora da Forma em Floripa e começamos a organizar tudo para o I PDC, com o Jorge e a Suzana, da Estação de Pemacultura Yvy Porã. Um pouco antes do PDC conheci o Scharf em um evento de agrofloresta organizado pela Cooperafloresta na Barra do Turvo. Ele se voluntariou para o PDC e depois me levou p/ Curitiba para uma primeira etapa de Dragon Dreaming com a Arquitetura da Terra (AT). Ali escrevi o post “PDC Nova Oikos e o sonho do Dragão”. Julho veio correndo com o curso de bambu que deu um dos voluntários. Isso tudo foi seguido de uma oficina de gestão de projetos com nosso grupo de ação de Camboriu.

Em julho fui à Minas, para o Bioconstruix, dar uma força com a equipe da AT. Tive experiências de outro mundo nesse lugar, foi bom mas foi inTENSO. Em agosto, na sequencia, organizei com a já parceira, a Eng Agr Dalva Schuch, as duas oficinas de recuperação de encostas degradadas e então lançamos a de Jardins comestíveis em uma área que ja era possivel plantar alguma coisinha na encosta. No meio tempo tivemos o Leonardo Marques aqui, dando o curso introdutório de Dragon Dreaming, e também iniciei a tradução do livro “um projeto de Decrescimento”.

Finalizamos o ano com o emocionante Novembro Orgânico, novamente com o Jairo Restrepo e uma deliciosa vivencia de Ervas aromáticas e sabonetes!

2014 começou com Permacultura na Prática, mutirão, trabalho, trabalho!!! Dia 18 de março escrevi o posto “Retorno” honrando todas as pessoas que mês a mês retornavam aqui, dando força para o projeto. O tempo passa, parece que nao fazemos nada… mas na verdade, trabalho de formiguinha é assim mesmo. E quando vemos temos um arsenal de pequenas histórias, com muitras pessoas que vao e vem, no tempo certo!

Minha “Reflexão no Dia da Permacultura” em maio de 2014, continua atual. E já estamos organizando a próxima intervenção urbana para o Dia da Perma deste ano, que será dia 3 de maio!

Enfim, veio o II PDC em junho… seguido de mais permacultura na prática, muito trabalho e pouco tempo… eu ja estava organizando a minha ida à Europa para reciclagem, cursos, conferências, publicações… mas ainda dei uma corridinha até Minas, novamente no Ecoetrix, onde colaborei no PDC do Marcos Ninguém e Peter Webb. Foi a ocasião de firmar parceria com os irmãos Marcos e Jappa. Logo antes de partir, (realmente, nas duas semanas anteriores) dei uma parte do PDC com eles em Viamão no RS e organizamos mais um curso internacional de agricultura orgânica com o Jairo, O Jairo partiu quarta à noite e eu parti na quinta de manha. Sim, assim!

UFA, 3 meses na estrada. Essa caminhada pode ser acompanhados nos dois posts Nova Oikos na Europa e Europa 2014: Movimento pelo Decrescimento. Na volta dessa montanha russa, nosso queridinho Orlandito já estava chegando na Nova Oikos, e mandou muito bem no curso que bolamos “Arquitetura Apropriada”, em novembro. Foi quando nos conectamos ao grupo de voluntários que participou deste evento e rapidamente nos tornamos “sócios”. A velha história do sonho de uma noite de verão.. quando todos se encontram e vivem momentos que levarão para o resto da vida. Em um mês cá estávamos novamente mandando ver, com um time ainda maior, para a vivência Zona Zero & Zona Um, que durou 10 dias, no janeiro mais quente do universo. Outra experiência muito enriquecedora com o Orlando e o timECO. Foi em novembro, através de trocas com a designer Leilen Monti, que mudamos a logo da Nova Oikos para esta lindeza que temos hoje. Foi-se a logo feita no gimp e veio algo mais claro. Mais Clara Noite de Sol…

Carnaval 2015, mais ação, mais trabalho, mais sauna ao ar livre! Dessa vez com o desafio da BET terminado, tudo parecia mais fácil. E foi! Algumas parcerias no time estavam se fortalecendo e outras, aos poucos, liberando elétrons.. protons e neutrons até chegar o fim do ciclo, neste III PDC.

Momento de esclarecimentos para mim e este filho que carrego: o projeto Nova Oikos. O bebê ainda engatinha, e assim como as mudinhas que crescem, precisam de atenção e amor diários. Muita gente passa aqui pelo sítio. Hoje estamos com uma média de quase 300 visitas por ano, mas graças a JaH muitas figurinhas repetidas, voltando, voltando, voltando… até um dia termos a estrutura apropriada para que parem.

Para que isso ocorra, é preciso lembrar constantemente os objetivos do projeto Nova Oikos:
“vivenciar e experimentar as soluçöes ecologicas reunidas na Permacultura.  Através dos princípios éticos, técnicas ecológicas  pretendemos disseminar a certeza de que uma nova sociedade, uma “nova casa”, pode ser criada.”
E como todo projeto Dragon Dreaming, mesmo que ainda nao seja coletivo, já vai se estabelecendo com objetivos claros: nos desenvolver pessoalmente (habilidades, saberes, competências, personalidade), criar uma comunidade de AÇÃO intencionada, voltada para a regeneração da terra (no chao cedido por um proprietario de terra, seja ele qual for) e da nossa organização social (macro – novas formas de satisfazer nossas necessidades materiais (economia) e novas formas de nos relacionarmos e nos organizarmos (na esfera ativista e nao pessoal).

Eu concebi o projeto Nova Oikos para que ele se posicionasse com alguns principios: o principio da ação intencionada – “eu” (seja la quem for) nao faço por mim, faço pela intenção de mostrar que é possivel. Nesse caminho eu me realizo, me desenvolvo, vivo a vida que amo. Se eu nao me realizo nesse caminho eu devo buscar outro. Simples assim.

Outro ponto importante, é que o projeto Nova Oikos nao tem fins economicos. Nao tem CNPJ ou horário de funcionamento. Nao gera empregos (ainda). Mas gera muito trabalho, no sentido de atividade. Então, se conseguimos gerar excedentes suficientes para alcançar as necessidades pessoais, tanto melhor. Vamos nos esforçar para isso também. E vamos sempre quantificar essas necessidades. Excedentes em dinheiro para fins pessoais tem limites, de outra forma seríamos apenas mais uma empresa focada na financeirização das nossas atividades. O projeto tampouco é uma entidade de caridade atingindo primeiro os mais necessitados. Senão doariamos diretamente àqueles que não tem nada, na rua.

Hoje chego à conclusao que os excedentes devem ser atribuidos por horas trabalhadas em prol do projeto. Se tenho mais necessidaeds, devo dedicar mais tempo para cobrir meus custos que são pessoais – esse também é um chamado para focar no ambito local, por exemplo, e incentivar as iniciativas economicas pessoais (pequenas produções artesanais e serviços para levantar fundos). Isso cada um pode fazer e eventualmente estamos aqui para suportar!
Assim, se as atividades do projeto nao geram excedentes o suficiente para cobrir os custos e necessidades pessoais, isso nao é culpa de ninguém e todos ficarão tranquilos pois o objetivo da ação intencionada é o principal objetivo do projeto e todos os outros sao secundários.
Se sinto que nao posso, se sinto que nao quero, se sinto diferente, busco um caminho diferente e todos os outros vão compreender. Nao podemos perder tempo julgando se esta certo ou errado o posicionamento, sentimento ou necessidade dos parceiros.
E é com essa reflexão, principalmente organizacional, que fecho o ciclo do segundo ano de atividades da Nova Oikos. Estou radiante com as perspectivas e vejo como o nosso trabalho contribui para a formação dessa rede de suporte, que faz pessoas que estavam à deriva, ancorarem-se, firmarem o pé na terra e dizerem que também podem. Isso tudo é lindo e deixa a certeza, mais uma vez, de que esse é o caminho da transição, dessa. pra uma melhor 😉
AHOOOOO

Oficina Domo Geodésico

PANACEIA_Geodesica_18-21_abril2015_@
Propiciar um processo imersão e aprendizagem nos princípios e fundamentos da Permacultura ao construir uma estrutura com recursos naturais e de forma vivencial que possa ser sistematizada e transformada em experiências e saberes que qualifiquem a nossa Práxis em Permacultura. Outros objetivos são:

• Habilitar os participantes à aplicação de visão sistêmica;
• Compreender os princípios e fundamentos da Construção Natural em suas dimensões filosóficas, teóricas, e práticas.
• Como calcular, planejar e preparar os materiais e ferramentas necessárias para a montagem de uma estrutura geodésica de 7 metros de diâmetro com frequência 4.

Aplicações
Cozinha Coletiva (Panaceia), Tendas, Espaço Zen, Estufas, Viveiros, Abrigos, Residências, Barracas, Lounges, Parquinhos, Espaços para Shows, Festas e Eventos Públicos

Público Alvo
Estudantes e Profissionais de: Arquitetura, Engenharia, Produtores de Eventos, Produtores Rurais, Mestres de Obra, Pedreiros, Gestores e Funcionários Públicos, Curiosos, Nômades, Artistas e Bioconstrutores.

Carga Horária
Teoria e prática – 33h – 18 a 21 de Abril de 2015
Certificado de Participação via Sala Verde

Programação
Introdução
Princípio dos sistemas naturais
Metodologias de design
Padrão no Design
Estrutura Domo Geodésico

Facilitamores
Fábio Vaccaro de Carvalho – Engenheiro Educador Ambiental, Filósofo, Palhaço e Circense, iniciante em defesa pessoal Nei Kung. Fomentador de cursos na área de permacultura, composteiro, ecoespiritual, vegano “ativista”, fomentador da área cultural, ex-representante da executiva nacional dos estudantes de eng. ambiental, afinidade na área de estruturas educadoras em escolas particulares/públicas, TCC sobre um diálogo entre a permacultura e a academia, praticante da meditação e acima de tudo um curioso. Gerencio e guar um espaço denominado Panaceia em Camboriú – foco em produção orgânica de mudas e alimentos, além de ecoturismo, com algumas vivências em autoconhecimento e autonomia! Grupo denominado Pangea, em Camboriú foca-se no fomento destas atividades e adubo fermentado.


Ariel Sol – “Nacido em Buenos Aires; Mi experiência em permacultura, construccion natural y domos geodesicos, comienza hace ya 6 anos cuando me fui a vivir a la aldea de paz mago de tollan em Cordoba Argentina. El propocito del espacio es la difucion y el anclaje de la Ley Del Tempo mas conocido como Sincronario Maya, donde la vida em harmonia com la naturaleza nos lleva a la permacultura. Los domos geodésicos es algo que atrapo mi interes desde el principio por su forma , energia circulante, por su eficiência como estrutura como geometria sagrada. La mayoria de los domos que hice son de 4 y 5 mtros, hoy nos toca la ventura de hacer domos mas grandes de 7 y 9 metros.

Contribuição Financeira

A contribuição do curso não está incluso a estadia. O depósito deve ser feito do valor total. Existe a possibilidade de parcelar: entrada + 18/março + 18/abril.
R$ 400 – contribuição ideal, suporta os projetos do Panaceia e do Grupo Pangea, suas ações gratuitas, contribui com o trabalho da equipe (que é toda voluntária) e com os custos do dia.
R$ 350 – valor solidário, disponível para 10 participantes. Essa contribuição cobre apenas os custos do dia.
P$ 330 pólens – valor moeda solidária complementar, disponível para participantes ativos do COOLMEIA.
Os valores são impeditivos para mim. Posso trocar por serviços específicos à combinar
Os valores são impeditivos para mim. Posso trocar por mão de obra no espaço (à combinar)
Os valores são impeditivos para mim. Posso trocar por trabalho voluntário no curso (vagas limitadas)

Estadia *
Os três primeiros itens são de múltipla escolha; os três seguintes são em respeito a chegada e/ou saída antecipada; os dois últimos são referentes a visitas técnicas guiadas

Vou apenas nos dias sem pernoite
Vou pernoitar durante o curso (Adicional R$ 70, inclui lanches e colchão em beliche – quarto coletivo)
Vou pernoitar durante o curso (Adicional R$ 150, inclui lanches e colchão de casal em quarto)
Quero chegar na sexta a partir das 18h e partir na quarta pela manhã. (Adicional R$50 inclui 2 pernoites em beliche, 2 jantas e café da manhã)
Quero chegar na sexta a partir das 18h (Adicional R$ 25, inclui janta, pernoite e café da manhã)
Quero partir na quarta pela manhã (Adicional R$ 25, inclui janta e café da manhã)
Gostaria de uma visita guiada na sexta, das 15 às 17h30 (Adicional R$10 por pessoa)
Gostaria de uma visita guiada na quarta as 8h (Adicional R$10 por pessoa)

Ficha de Inscrição: Por telefone ou http://curto.co/ficha.geodesica
A inscrição será confirmada mediante comprovante da transferência bancária para:
Cooperfoz – Cooperativa de Crédito – 085
Agência – 0109-0
Conta Corrente – 22.429-4
CPF – 045.784.399-33
Fábio Vaccaro de Carvalho

Valor: Camping+Capacitação+Alimentação Vegana Orgânica
Lembrando que a estadia em quartos individuais e coletivos são à parte.

Encaminhar comprovante para – panaceia.camboriu@gmail.com
Para cancelamento da inscrição: Só pode ser cancelado até 15 dias da data do início do evento respectivo e a devolução é de 50% do valor da inscrição.

Evento no Facebook: http://curto.co/evento.geodesica
geod
ESTÁGIO MARÇO & ABRIL
Quem tiver interesse, favor entrar em contato, pois o PANACEIA já iniciou uma geodésica de nove metros com dois andares.
Mínimo de uma semana de permanência no local.
Quem tiver interesse, favor entrar em contato (panaceia.camboriu@gmail.com) e mandar um breve curriculum sobre você e sua intenção, além dos dias disponíveis.

O quê levar?
Lençol, travesseiro, manta para se cobrir
Roupas confortáveis e de banho
Botas + Chinelo + Chapéu
Papel/Caderno + Lápis/Caneta
Prato + Talheres + Copo
Repelente de Insetos + Protetor Solar
Alegria + Bom Humor
Sementes e Mudas (se tiver, para trocas)
Capa de Chuva (se chover)

Como chegar?
Atravesse o centro de Camboriú, sentido – Macacos e Braço.
Nesta encruzilhada, mantenha a direita, sentido Braço – Limeira.
Mantenha toda vida reto. Na Igreja, continue reto, sentido Limeira – Brusque.
Após a ponte, suba mais 1km e fique atento para entrada a direita.
No total, são 20 km do centro de Camboriú (Praça das Figueiras) até a PANACEIA.

Mapa digital: http://curto.co/mapa-panaceia

Caronas?
Quem tiver espaço no carro, favor entrar em contato e ou preencher na
ficha de inscrição.
O Ponto de Encontro é na Praça da Figueira entre às 8h00 e 8h20.

Contato
Fábio – 47-9618-1159 (TIM) e 48-9167-5131 (VIVO)
Carla – 47-9664-1624 (TIM) e 47-3363-0672 (CASA)
Panaceia.Camboriu@gmail.com

Agenda MARÇO

SALVE!!! Muitos eventos suportados e organizados pela NOVA OIKOS neste mês de março!!! Participe!!!
JAIRO RESTREPO RIVERA no Brasil
(Colômbia – Eng. Agr e Consultor Internacional em Agricultura Orgânica)

10 à 13 de março na Fazenda Nova Gokula, em Pindamonhangaba, SP

Inscrições: bandhu.jps@gmail.com

jairo gokula



PDC +23 – Curso Gratuito comemorando os 23 anos da primeira Certificação em Permacultura no Brasil

18 à 24 de março em Alpestre – RS
 pdc+23


Jardins Comestíveis em Espaços Urbanos – com Dalva Schuch (Eng Agr)
21 e 22 de março na Guarda do Embaú – SC


 

III PDC Nova Oikos – Curso Certificado de Design em Permacultura – Camboriú, SC
28 de março à 05 de abril, Feriado de Páscoa
INFOS: cartaz em anexo